fbpx

Uma estratégia de gestão de mudanças é essencial para a implementação de transformações dentro das empresas. As empresas já aprenderam que qualquer mudança envolve mais que lidar com funcionários, clientes e produtos, envolve gerenciar a implementação de novas tecnologias, tornando a função em uma das mais cobiçadas e recompensadas atualmente. 

Implementar mudanças nem sempre é fácil, funcionários podem ser resistentes, o orçamento nem sempre é garantido, pois quem toma as decisões pode não achar necessário atualizar processos e tecnologias, e nem sempre é possível encontrar as pessoas corretas para tocarem o projeto. 

Dessa forma, ter a capacidade de abordar e de se adaptar às mudanças é essencial para que as empresas consigam enfrentar crises em um cenário cada vez mais digital. 

Transformação digital é mais que apenas a tecnologia 
O grande desafio de implementar a transformação digital em uma empresa é que isso envolve mudanças na cultura corporativa. A adoção de novas tecnologias oferece a possibilidade de ganhos de eficiência, mas se as pessoas não tiverem a cabeça aberta para essa transformação e as práticas utilizadas pela empresa apresentarem falhas, é provável que a transformação digital apenas irá ampliar esses problemas. 

Portanto, antes de começar a transformação, é essencial entender o que ela representa para os negócios e compreender que a transformação não significa quais tecnologias serão implementadas, mas como essas tecnologias trarão benefícios para os negócios. 

E ninguém conhece melhor os negócios da empresa que seus funcionários, que têm o conhecimento necessário sobre o que funciona ou não funciona nos processos utilizados diariamente, e o que pode ser feito para melhorá-los. Ouvir a equipe também permite que a transição seja mais tranquila, pois valoriza a opinião de seus funcionários e mostra que qualquer mudança visa atender diretamente às suas necessidades. 

Além disso, o processo de transformação digital não é linear, com mudanças que devem ser ajustadas de acordo com as necessidades da empresa, e a qualquer momento. Exatamente por isso, as decisões precisam ser rápidas. Cada líder precisa ter autonomia para decidir quais tecnologias, de quais fornecedores, e como a transformação deve ser implementada em cada área da empresa. Democratizar o processo de decisão, para muitas empresas, é o primeiro desafio a ser vencido. Manter uma estrutura de decisão tradicional, com diversos níveis, pode não ser eficiente e causar atrasos na implementação de mudanças  

Objetivos da Gestão da Mudança 
A gestão de mudanças é diferente da gestão de projetos, pois segue um caminho indefinido e, muitas vezes, reativo. E, apesar de ser diferente em cada empresa, a estratégia leva em consideração alguns objetivos comuns. 

Todas as mudanças, principalmente as relacionadas à transformação digital, buscam melhorar a eficiência e a produtividade dos funcionários, ou seja, melhorar o ROI da força de trabalho, com cada mudança contribuindo para que eles possam realizar seu trabalho mais rápido e com mais facilidade. 

As empresas também visam tornar seus processos mais eficientes para que possam criar vantagens competitivas. Assim, o gerenciamento de mudanças contribui para que as empresas identifiquem oportunidades para obter vantagens perante seus concorrentes, seja reduzindo custos, melhorando a qualidade de produtos ou serviços, e inovando. 

Apesar dos benefícios, qualquer mudança pode ser intimidante. Pesquisa da consultoria McKinsey afirma que 70% das iniciativas de mudança falham por não ter apoio dos funcionários. A gestão de mudanças pode ajudar nessa transição, e contribuir para os funcionários entenderem as necessidades, sem sentir receio de perder seu emprego, ao capacitá-los para que possam usar as novas tecnologias, e, principalmente, para que apoiem a transformação. 

E se a gestão de mudanças não se mostrar eficaz, todo o planejamento para implementar a transformação digital pode naufragar. É essencial que a gestão de mudanças enfatize que as mudanças são uma oportunidade para os funcionários se adequarem a um novo mercado de trabalho e crescerem profissionalmente. 

Cabe à gestão de mudanças lidar com esses fatores e desenvolver um plano de comunicação, de gerenciamento de resistência e de treinamento. Como funcionários e executivos têm diferentes visões sobre como a transformação digital deve impactar nos negócios e processos, a abordagem deve ser diferente para cada um deles. Isso permite analisar possíveis lacunas na documentação dos requisitos de negócios e reduz a resistência às mudanças. 

O serviço de gestão de mudanças da Practia tem o objetivo de acompanhar as empresas em processos de transformação digital e cultural, com a adoção de novas tecnologias ou criação de novos modelos de negócios. Fale com a gente e conheça nossa abordagem baseada em múltiplas metodologias de gestão de mudanças. 

0
    0
    Meu Carrinho
    Carrinho vazioRetornar para o site